terça-feira, dezembro 11, 2012

Newton gostava de ler!

 
 
Os princípios orientadores do Programa da Rede Bibliotecas Escolares (RBE) pretenderam dotar as escolas de meios que induzam à melhoria dos níveis de formação dos seus utilizadores. A criação de contextos aprendentes, que integrem diversos recursos e que contribuam para elevar os níveis de literacia, fazem parte da missão da biblioteca escolar porque promovem a autonomia e as aprendizagens ao longo da vida. O projeto Newton gostava de ler congrega duas conceções que nem sempre se associam:
     . o conhecimento científico é decisivo para o avanço civilizacional;
     . a biblioteca escolar garante condições para emanar ciência.
A rede local de bibliotecas de Aveiro tem no seu meio a Fábrica Centro CiênciaViva (FCCV) que abre as portas a todos os que pretendem experimentar e aprender ciência. A RBE convidou a Universidade de Aveiro (UA) para desenhar conjuntamente um projeto que aliasse à experimentação científica a promoção da leitura e fosse concretizável em bibliotecas escolares integradas na RBE.
O projeto criou um programa anual de leitura de livros em que, transversalmente, a ciência está presente, criando pontes e motivações para a realização de pequenas ações experimentais, envolvendo materiais de custo acessível e de replicação simples noutras bibliotecas.
Além das reuniões preparatórias, o cronograma definido revela sete sessões/ módulos, divididas pelos três períodos letivos, com uma duração média de 60 minutos repartida pela metodologia formativa do professor-bibliotecário e pela experimentação em cada biblioteca.
 Da biologia ao nanomundo, passando pela matemática e pela química, as leituras e as experiências vão-se entrelaçando, colhem de espanto alunos e professores, atraindo grupos-turma à biblioteca. O impulso para experimentar o kit ciência, que ali se mantém para utilização autónoma de docentes nas suas práticas letivas, faz prever uma harmoniosa articulação.
Em 2012-2013,  o projeto foi alargargado a nove agrupamentos e a uma escola secundária de Sintra, envolvendo um total de vinte e cinco estabelecimentos de ensino e estendendo a parceria existente ao Centro Ciência Viva deSintra (CCVS) e à Câmara Municipal deSintra.




           A nossa escola aderiu ao projeto Newton e já se realizaram as duas primeiras sessões, nos dias 16 de novembro e 7 de dezembro, onde a leitura e a ciência estiveram de mãos dadas. A turma- base do projeto é o 6ºC e, ao longo do ano, e na Semana da leitura, alargar-se-ão as sessões a outras turmas/ anos/ ciclos, conforme a temática e o interesse que os professores das áreas das Ciências possam manifestar, de acordo com o perfil das suas turmas.
 
 
 
video

sexta-feira, novembro 23, 2012

S. Martinho


video
 
 
O S. Martinho foi, mais uma vez, um momento de festa e de partilha. Muitos alunos produziram textos, cartazes e adereços alusivos à data, não deixando de ler e analisar a Lenda de São Martinho.
Realizou-se a exposição de trabalhos, na BE/CRE e, no dia 12 de novembro, os alunos trouxeram castanhas cruas que foram assadas na cozinha do refeitório e redistribuidas palas turmas. Os tutores da BE/CRE, o 6ºA e o 6ºC ajudaram, nas tarefas necessárias à criação de um ambiente de magusto, e levaram, até às salas de aula, as castanhas "quentes, boas e cheirosas". Foi um dia bem passado.

A Professora Bibliotecária: Graciete Monteiro


terça-feira, novembro 06, 2012

IX Maratona da Poesia de Sintra

     Na sequência do Concurso / 7ª Maratona da Poesia do Agrupamento de Escolas António Sérgio, em maio e junho de 2012, os alunos do 1º ao 3º ciclos, premiados nas diferentes modalidades, estiveram na Casa Alda, em Sintra no dia 18 de outubro a participar na IX Maratona da Poesia de Sintra.
     Ouviram o contador de histórias Rudolfo Castro e partilharam os seus poemas com José Fanha, com o Centro Lúdico das Lopas e com a Escola D. Domingos Jardo.
     Foi uma tarde bem passada onde o entusiasmo e a qualidade dos nossos poetas estiveram, mais uma vez, presentes.
 
Professora Bibliotecária: Graciete Monteiro
 
video
 

quinta-feira, abril 12, 2012

Localização
 

A BE/CRE está localizada na Escola EB 2,3 António Sérgio, na Avenida dos Missionários, em Agualva-Cacém.



Apresentação da BE/CRE


A BE/CRE é a Biblioteca e o Centro de Recursos Educativos. Corresponde a um espaço único, multifuncional, com diferentes áreas de apoio educativo:
- A Receção
- A Biblioteca
- A Zona do Audiovisual
- A Informática
- A Zona de apoio ao estudo
- A Leitura Informal   
- A Zona de Apoio ao Professor

quinta-feira, março 08, 2012

Receção ao Escritor António Mota


No dia 7 de fevereiro, o escritor António Mota veio à nossa escola e foi-lhe feita uma grande receção pela BE/CRE e professores de Língua Portuguesa, com as turmas 5ºM, 6ºA, 6ºN, 7ºD e 8ºB.
Previamente, as turmas tinham lido várias obras do autor (“Os sonhadores”,”Pardinhas”,”Casa das Bengalas”, “Ninguém perguntou por mim”, “Os heróis do 6ºF”, “Pedro Alecrim”…), e fizeram trabalhos sobre as mesmas. Havia vários tipos de trabalho: poemas, ilustrações, resumos, recontos, crítica, entre outros.
Por volta das 11h00, o escritor chegou à BE/CRE, onde foi recebido por representantes das turmas selecionadas, que apresentaram alguns dos trabalhos realizados e expostos.
Seguiram depois para o auditório, onde as turmas esperavam com grande ansiedade e curiosidade, pois algumas nunca tinham recebido um escritor tão famoso como o António Mota.
Após algumas apresentações, foram partilhados com António Mota, poemas, dramatizações e um jogo, que agradaram ao autor das obras em que os alunos se basearam para realizar os trabalhos.
Para nós, o escritor preparou uma apresentação, com suporte de um powerpoint com fotografias, onde apresentou factos da sua infância e da sua vida que o motivaram a escrever livros sobre aldeias, os sítios que o inspiram. Finalizou com uma fotografia que comoveu toda a gente: uma menina de cinco anos que só tinha um braço a segurar o seu livro com todo o agrado.
Foram feitas algumas perguntas, uma por turma, em relação aos seus livros.
Enquanto as turmas iam saindo em direção às salas, o escritor autografou livros da sua autoria e conviveu com algumas professoras que tinham assistido à sessão.
Foi uma manhã bem passada. Tivemos oportunidade de conhecer um dos principais escritores da língua portuguesa atual.
Este artigo foi escrito ao abrigo do novo acordo ortográfico.