quinta-feira, dezembro 04, 2014





 Editorial do Jornal "Está Escrito" - edição de Dezembro de 2014

"Editorial
 
Dia 12 de dezembro, sexta-feira, 10 horas da manhã!
O auditório da escola transborda de alunos e de emoção. Sentados, inquietos, os rostos e os olhares seguem todos os movimentos. À frente um biombo, onde uma coroa dourada, brilhante e impaciente denuncia a presença da corte. Talvez do Rei da Helíria. Desconfiam! De quando em vez, o pedido de silêncio. Não admira. É difícil murmurar quando nos apetece clamar... Afinal esperam a escritora que lhes conta as histórias que os encantam, que lhes alimentam a imaginação e os fazem sonhar!
E eis que chega Alice Vieira, acompanhada pela professora Graciete Monteiro. Todos se sentem emocionados, ou pela responsabilidade, ou pela surpresa ou, simplesmente, pela presença.
A escritora sente-se constrangida com tanto público, por isso é bom que todos estejam calmos para transmitirem o mesmo sentimento... As apresentações são feitas e os avisos também. A sessão começa, mesmo sem as pancadas de Molière.
Com a representação de Leandro, rei da Helíria, os alunos querem agraciar a sua presença e fazem-no da forma mais genuína que podem.
A timidez da escritora começa a desvanecer com o primeiro riso que as personagens lhe arrancam e toda a sala descontrai, também. Os adereços não são sofisticados, não há jogos de luz ou outros artifícios, mas os minutos enchem-se de alegria e bem fazer.
Penso. No palco estão mais do que alguns alunos do oitavo B. Ali está o empenho, a motivação e o respeito por quem aposta neles e os orienta. Assim dá gosto! E assim, ao som de gargalhadas, a peça avança e bem. A própria “criadora” confessa a sua admiração por aquilo que acabou de ver; confessa o quão difícil é representar a sua obra; confessa que gostou, e todos nos sentimos orgulhosos!
Depois, os alunos do sétimo A dedicam-lhe algumas quadras. Simples, despretensiosas, cheias de carinho.
A escritora ouve tudo com muita atenção. Ouve cada pergunta que alunos de todas as turmas lhe fazem e responde. Todos querem participar. As mãos erguem-se. Querem saber e perguntar tudo, mas o tempo urge. Está na hora das recordações e dos autógrafos. Está a chegar ao fim o encontro. É necessário retomar a rotina. Vamos. Felizes!
Alice Vieira, jornalista, escritora, mãe de família, sabe, também, cativar o público com sorrisos e palavras ditas!
E assim temos mais um exemplo do que é aprender e viver a escola!
Feliz Natal!
Prof.a Virgínia Caetano"
video


sexta-feira, outubro 17, 2014

Mês das Bibliotecas Escolares




       O mês de outubro é o mês das Bibliotecas Escolares.
       Entre muitas atividades já frequentes na nossa BECRE, dinamizaremos ações de divulgação e de utilização da Biblioteca, às turmas de 5º ano, com os respetivos diretores de turma e com um pequeno "Jogo de Pista" para a descoberta deste espaço.
   Aproveitamos esta data para dinamizar uma Feira do Livro Usado. Todos os interessados podem"doar" um livro para a feira. Para a aquisição de livros haverá valores simbólicos.
      No dia 20 de outubro, comemoramos o Dia da Poesia com uma exposição dedicada ao tema, com recolhas de poemas e de biografias de poetas. Muitos alunos apresentam os seus poemas originais.
      No dia 27 de outubro,  haverá partilha e troca de livros. Cada um pode trazer um livro e trocar por outro qualquer que esteja na feira. Há livros de todos os géneros, de diferentes épocas, autores, gostos. Participa.
      A professora Bibliotecária: Graciete Monteiro




Concurso "Dá Voz à Letra" da Gulbenkian


       Durante o mês de outubro, motivámos e preparámos dez alunos do 3º ciclo para o concurso "Dá voz à letra" organizado pela Fundação Calouste Gulbenkian.

       As leituras, gravações e publicações estiveram a cargo da equipa da BECRE, Graciete Monteiro, Hélia Reis e João Lopes.










video

quinta-feira, julho 17, 2014

Os Tutores da Biblioteca


         Um dos projetos mais gratificantes da BECRE foi o da formação de tutores e da consequente dinamização de várias atividades, quer de leitura, quer de apoio a um grande grupo de alunos e atividades, incluindo o apoio a LPNM. Muitos destes tutores desempenham um papel fundamental no apoio a colegas, tendo-se mesmo criado um grupo de amigos, com fortes laços afetivos e de colaboração entre eles e com alunos de diferentes turmas.
           O grupo de tutores era constituído por trinta e dois alunos, do quinto ao nono ano. Colaboraram com a Professora Bibliotecária, nos principais eventos públicos da BECRE.
          Foi dinamizado, com grande sucesso, o "Clube de Leitura" com os “Tutores da BE/CRE”, uma quarta-feira por mês, com 32 alunos do 5º ao 9º ano, que exploraram, dinamizaram e partilharam, entre si e com a comunidade, diferentes obras, quer da Educação Literária, PNL e outras. Estes alunos apoiaram e apresentaram o Sarau de Leitura, a 9ª Maratona da Poesia e o Dia da Comunidade, com grande envolvimento e qualidade. Integraram ainda o projeto de apoio a alunos de Língua Portuguesa Não Materna.
          O aluno Duarte Ramalhete, aluno do 9ºC e tutor da BECRE, participou com grande empenho e qualidade no Concurso Nacional de Leitura.





A LEITURA


Um dos nossos principais objetivos continua a ser a motivação para a leitura: autónoma / ao domicílio/ sala de aula. As estatísticas são muito positivas: Ao longo do ano letivo, foram requisitados 3842 livros para casa, por alunos, professores e funcionários, tendo-se superado as estatísticas anteriores, mesmo com menos alunos de 2º ciclo.
                     O ano com mais requisições é o 5º ano, mas o 7º e 8º estão a par do 6º ano, o que nos permite concluir que está a aumentar a leitura no 3º ciclo.
 
 

Relativamente à leitura na escola, os dados também são muito positivos como podemos observar no gráfico seguinte. 

 Leitura na Escola - Número de Utilizadores: 12 188
Destacam-se:
A leitura individual presencial, na Biblioteca - 1662
Das obras de Educação Literária - 7896
Das obras do PNL - 2632

Continuámos a desenvolver o Projeto LER+, com as orientações do PNL e da Educação Literária. No início do ano, adquiriram-se alguns títulos em baús com cerca de catorze exemplares cada, para todos os anos dos três ciclos. Os Projetos de Leitura continuam a movimentar o nosso quotidiano, aproveitando diferentes comemorações ou atividades para a sua expressão máxima. Foram os casos, do Dia Mundial das Bibliotecas Escolares, no dia 28 de outubro, do Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor, no dia 23 de abril, em que todo o agrupamento parou para ler “A liberdade”, às nove horas da manhã, associando-se às comemorações dos quarenta anos do 25 de abril e da dinamização da 9ª Maratona da Poesia.

Consolidaram-se os projetos já assumidos anualmente pela BECRE e agrupamento, nomeadamente a planificação e dinamização da Semana da Leitura (24 a 28 de Março), do 7º Sarau de Leitura – 28 de Março de 2014 e da 9ª Maratona da Poesia (maio e junho de 2014), com um grande sucesso, quer quanto à qualidade, quer quanto à colaboração dos professores de português e de alunos.

quarta-feira, julho 16, 2014

Balanço das Atividades da BE/CRE

2013/14


Depois da aplicação do Modelo de Avaliação das Bibliotecas Escolares (MABE), durante quatro anos, iniciou-se um novo modelo de aplicação de um Plano de Melhoria para os aspetos menos conseguidos dos diferentes domínios avaliados. Os relatórios dessa aplicação nas três BECRE do agrupamento serão apresentados em Conselho Pedagógico com o relatório final do Plano Anual de Atividades.

Podemos concluir que a equipa da BECRE (PB Graciete Monteiro, professores João Lopes, Maria Manuel Santos e Manuela Antunes) colaboradores, tutores e assistentes operacionais, Dona Virgínia Nunes e Dona Ângela Costa, continuaram a ter, como principal objetivo, a prestação de um serviço eficaz aos nossos alunos e a toda a comunidade, de acordo com os principais objetivos da BE/CRE e do Plano Anual de Atividades do Agrupamento. 

               As prioridades foram para o desenvolvimento de projetos em articulação com a comunidade tendo sempre presentes a Leitura, a Literacia da Informação e a Articulação Curricular. Foi nesta perspetiva que apoiámos os alunos e professores no seu dia-a-dia, nas atividades curriculares disciplinares e não disciplinares, dividindo sempre o nosso esforço, por um lado, pelas necessidades coletivas de grupos de alunos em sala de aula, por outro, dando assistência aos projetos individuais e de grupos e às necessidades de ocupação ou pesquisa de todos os que nos procuravam. 

Do Plano Anual de Atividades da BE/CRE, ao longo deste ano letivo, destacaram-se inúmeras ações, nomeadamente, o enriquecimento do Fundo Documental Livro e a formação de novos “baús de livros” para leitura nas salas de aula, as exposições de trabalhos relativos às obras lidas, o intercâmbio de leituras, a receção de autores, as Feiras do Livro, o Projeto Newton com a turma do 6 º A, o Dia Mundial da Bibliotecas Escolares, o São Martinho e o Natal, o projeto de Aristides de Sousa Mendes e o Dia Mundial da Paz e Não Violência nas escolas, a Semana da Leitura, o 7º Sarau de Leitura, o Dia Mundial do Livro / Direitos de Autor e a 9ª Maratona da Poesia. O entusiasmo e adesão das turmas e respetivos professores continuam a ser contagiantes e contribuem para atividades e “produções orais e escritas” de excelente qualidade.
Apoiámos um estágio de um aluno do Instituto Superior Técnico, a semana da Ciência, as Provas do PISA, o trabalho de professores e alunos.

Tal como podemos observar nos gráficos apresentados, ao longo deste ano, o número total de utilizações da BECRE por alunos, foi de 10.752 vezes. Os anos que mais utilizaram a BECRE foram, por ordem decrescente, o 5º, 7º, 6º, 8º, VOC/CEF e 9º ano.
Os tipos de utilização que envolveram mais utilizadores foram : a pesquisa, os T.P.C., a leitura presencial, o apoio de LPNM, o trabalho de grupo,  o uso de computador, os jogos e o estudo.


terça-feira, maio 20, 2014

9ª MARATONA DA POESIA



            A 9ª Maratona da Poesia foi, mais uma vez, um dos principais acontecimentos deste ano letivo.
           No terceiro período, preparámos a Festa da Poesia. Este evento, da responsabilidade das BE/CRE do Agrupamento, consegue agregar esforços de toda a comunidade escolar, tendo como protagonistas, os nossos alunos. Todas as escolas, ciclos e anos do Agrupamento de Escolas António Sérgio participam nesta atividade, com a estreita colaboração dos professores de português e dos professores titulares de turma. Trata-se de um concurso, em três fases, que permite aos alunos aprofundar conhecimentos sobre o texto poético, motivá-los para a leitura de diferentes poetas, nacionais e internacionais, exercitar a imaginação, escrever poesia e desenvolver a comunicação/ expressão oral e escrita.
Os alunos foram selecionados pelos professores, em sala de aula (1ª fase) e, nos dias 2 e 3 junho, apresentaram-se, no Auditório José Mateus, perante um júri de quatro professores e dois alunos (2ª fase), de acordo com os critérios do concurso.
             O entusiasmo e o empenho dos alunos, bem como a sensibilidade poética e as prestações de grande qualidade de muitas das intervenções apresentadas, dificultaram a atribuição dos Prémios, nas diferentes modalidades. Participaram 285 alunos e foram premiadas cinquenta e seis apresentações.
           Todos os alunos premiados participaram na Festa Final de Poesia (3ª fase), integrada no Dia da Comunidade, a 13 de junho. Nesse mesmo dia, realizou-se a cerimónia de entrega de prémios, a todos os alunos e grupos selecionados, com o apoio das Editoras Porto e Areal, da Associação de País e do Centro de Estudos “Pautas & Sílabas”. A motivação dos alunos para este evento é contagiante e a sua participação e qualidade são um orgulho para todos nós.
           O êxito desta atividade foi possível, não só pela grande envolvência de alunos e professores, como pelo grande apoio da direção, dos tutores da BE/CRE, da equipa de colaboradores e do bom trabalho de organização e de colaboração das Professoras Bibliotecárias Graciete Monteiro, Conceição Moscoso, Emília Fernandes, do Professor João Lopes e da Dona Virgínia Nunes e Dona Ângela Costa, Assistentes Operacionais da BE/CRE.

 

quarta-feira, abril 23, 2014

NOTÍCIAS DA BE/CRE

(2º Período)

Terminámos mais um período letivo e aproveitamos as páginas deste jornal para fazer mais um balanço das nossas atividades e do nosso quotidiano escolar.
No nosso dia-a-dia, continuámos a dar prioridade às atividades de apoio ao estudo, à pesquisa, à leitura e às necessidades do quotidiano dos alunos na escola, dos professores e de outros utilizadores..
Muitos foram os alunos que ainda se inscreveram para Tutores. Foi feita mais uma seleção e formação de tutores, do quinto ao nono ano, o que totaliza trinta e oito tutores, que se distribuem por diversas tarefas, conforme as suas carateristicas, o turno e as necessidades (manutenção de estantes, apoio a alunos com mais dificuldades, o cumprimento das regras de utilização, o apoio a trabalhos de pesquisa e outros). Muitos, do 3º ciclo, apoiam a programação de atividades e a animação de leituras e de projetos. Foi criado o Clube de Leitura, com a seleção de obras, textos, temáticas, para apresentação e debate de ideias, uma quarta-feira por mês. Neste segundo período, organizaram-se grupos de trabalho por anos de escolaridade para trabalhar obras referenciadas na Educação Literária, no âmbito das Metas de Aprendizagem de Português. Os grupos partilharam, entre si, os seus trabalhos e dinamizaram-se momentos de discussão e debate sobre os assuntos tratados. Na plataforma Moodle, Ir mais longe, foi criado o espaço para uma “comunidade de partilha e aprendizagem” dos Tutores da BE/CRE.  Alguns tutores apresentaram leituras no 7º Sarau de Leitura e seis tutores foram selecionados para apresentaram o sarau.



No dia 30 de Janeiro, a escola comemorou o “Dia Escolar da Não Violência e da Paz”, data que relembra o assassinato de Gandhi, um lutador pela libertação da Índia, por meios não violentos e pacíficos dando uma grande lição ao mundo. Juntou-se a esta causa o projeto “Pensar, Agir, Festejar” de Aristides de Sousa Mendes. De uma forma simples mas simbólica, a comunidade escolar foi alertada para a necessidade de construir todos os dias paz na escola. Os professores do departamento de Ciências Sociais e Humanas, bem como os professores de Português realizaram trabalhos variados, no sentido de sensibilizar a comunidade escolar para a defesa dos direitos humanos e a construção da cidadania. A leitura da obra “Aristides o semeador de estrelas” serviu de sensibilização e motivação para uma série de ações. Foram realizados trabalhos em cartolina e em texto sobre os prémios nobel da paz e em especial sobre a vida e importância de Aristides de Sousa Mendes. Realizou-se uma exposição sobre o tema na BE/ CRE que incluiu pombas “com mensagens de paz elaboradas pelos alunos, algumas das quais também foram expostas nas salas de aula. As visitas à exposição permitiram reflexões e pequenos depoimentos sobre essa temática.


Receção de escritores

Na semana da leitura, dia 25 de março, a escritora Fernanda Botelho visitou as EB 1 da Quinta da Fidalga e da Nossa Senhora da Anunciação, onde foi muito bem recebida pelos terceiros e quartos anos, bem como pelos professores da respetivas turmas. Foi uma manhã cheia de dinamismo e aprendizagens à volta das plantas.







No dia 26 de março, foi a vez de Rui Pécurto apresentar a sua primeira obra às turmas dos 5ºs A, E, G e H, 6ºC e alunos do Ensino Especial, na nossa escola. Os alunos preparam trabalhos escritos e cartazes para a exposição na BE/CRE e outros para uma apresentação oral com o escritor. Foi uma manhã à volta de personagens marinhas, da solidariedade e da amizade e respeito pela diferença.






Relativamente à utilização da BE/CRE pelos nossos utilizadores, o 5ºano é o ano que mais a utiliza, nas diferentes valências e ao longo de todo o período. Verificou-se uma subida gradual da sua utilização pelas turmas do 7ºano que já ultrapassam as de 6º ano. O 9ºano regista a menor utilização.
A BE/CRE foi utilizada 4111 vezes, no segundo período, sendo a pesquisa, a leitura, a utilização do computador, o trabalho de grupo, o apoio ao estudo e o estudo, os tipos de maior utilização.

Gráfico 1

Gráfico 2

Gráfico 3

Gráficos 1,2 e 3 – Utilização da BECRE, no 2º período, por anos de escolaridade, por meses e por tipo de utilização.


Cerca de vinte e cinco turmas utilizaram o CRE, nas diferentes atividades/projectos. Neste período, fizeram-se substituições a catorze turmas e apoiaram-se cento e dois alunos, em situação de saida de sala de aula/ gestão de conflitos.
Está ainda a decorrer um projeto/programa de apoio a alunos de Língua Portuguesa Não Materna ou a outros com muitas dificuldades, coordenado pela Professora Bibliotecária e com a colaboração de alguns Tutores da BE/CRE,  do sétimo, oitavo e nono anos. Quatro alunos  do 5ºC, oito alunos do 5ºM, um do 5ºJ, um do 6º I, um do 7ºI, um do 8ºB são apoiados semanalmente e com um horário fixo semanal, no mínimo de noventa minutos. A adesão e sucesso da atividade orgulham a equipa.
Na Semana da Ciência, o CRE abriu as suas portas para apoiar o Peddy Paper da Matemática com uma grande afluência de alunos/turmas.


Aumentar a leitura, no CRE, nas salas de aula e no domicilio continuam a ser as metas principais. A requisição domiciliária continua a ser um dos pontos fortes no domínio da Leitura.

Saíram 1425 livros para o domicílio, durante este período. O 5º ano foi o que mais requisitou (668 requisições), seguido do 6º ano(297), do 7º ano (254), 8º ano (183) e por fim, o 9º ano (33).


Gráfico 4 – Requisição domiciliária por anos de escolaridade, no 2º período.

Os Baús das obras relativas à Educação Literária e ao PNL, continuam a sair com grande ritmo para as salas de aula.
No 5º ano, os de Educação Literária saíram 115 vezes, sendo as mais requisitadas: A fada Oriana, O Rapaz de Bronze, A viúva e o papagaio e A vida mágica da sementinha. Os Baús do PNL de 5º ano saíram 78 vezes para as salas de aula. Os mais utilizados foram: Trisavó de Pistola a cinta,  Contos do tapete voador e  Salada de flores /Hortas Aromáticas/Sementes à solta.

No 6º ano, os baús de Educação Literária saíram 92 vezes, sendo as mais utilizadas, as obras: Ulisses, Chocolate à chuva, Pedro Alecrim, Robinson Crusoé. Os Baús do PNL de 6º ano saíram 40 vezes para as salas de aula. Os mais requisitados foram: A cerejeira da lua e outras histórias chinesas.Ulisses, Os Heróis do 6ºF, Beatriz e o plátano e os 101 poetas.

No 7º ano, saíram 120 vezes os baús de Educação Literária, com relevo para: O cavaleiro da Dinamarca, História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar, Leandro, Rei da Helíria e Aldeia Nova. Os Baús do PNL de 7º ano saíram 16 vezes, sendo os mais utilizados: Ninguém perguntou por mim e Quero ser actor.

No 8º ano, os baús de Educação Literária saíram 76 vezes, com relevo para: O Mundo em que vivi, História da Terra e do Mar e Historia Breve da Lua.



SEMANA DA LEITURA

O Agrupamento de Escolas António Sérgio, de acordo com o seu Plano Anual de Atividades e do PAA das BE/CRE, celebrou a Semana da Leitura, de 24 a 28 de março. Os temas aglutinadores foram a comemoração dos 800 anos da Língua Portuguesa e o ”O MAR” que foram objeto de pesquisa e de trabalhos multidisciplinares, envolvendo os currículos de diferentes áreas disciplinares em todas as escolas do agrupamento, desde o pré-escolar ao terceiro ciclo. Muitas foram as atividades realizadas, tendo como principal lema “Ler por prazer e para aprender”. Todas as turmas partilharam leituras e atividades a elas associadas, organizaram-se exposições, feiras de livro e receção de escritores.








Mais uma vez, o momento mais esperado e mais participado desta Semana da Leitura foi o 7º Sarau de Leitura, no dia 28 de Março, das 17h30m às 23h00m, na Escola EB 2,3 António Sérgio e durante a tarde, nas restantes escolas de 1º ciclo do agrupamento. Como já vai sendo tradição, há um grande envolvimento e participação de toda a comunidade educativa. Foi enviado o convite aos pais, Enc. De Educação, familiares e antigos alunos. É com orgulho que motivamos e envolvemos, novos pais, familiares e amigos, todos os anos. Neste ano, particularmente, tivemos uma grande adesão de encarregados de educação/familiares dos alunos de quinto ano. VIVEMOS, mais uma vez, a nossa FESTA DA LEITURA.



Na Escola EB 2,3 António Sérgio, cerca de cento e cinquenta alunos e cem convidados (pais, familiares, amigos, antigos Tutores) partilharam leituras das mais variadas tipologias e das formas mais diversificadas: com alegria, tristeza, sérias, divertidas, informais, informativas, poéticas, narradas, dramatizadas, cantadas….

Os Tutores da BE/CRE escreveram e partilharam leituras e apresentaram o espetáculo.
Foram muitos os profissionais docentes que colaboraram, nas diferentes etapas da seleção e apresentação das leituras, contribuindo para a grande qualidade deste Sarau, que mais uma vez uniu a comunidade educativa, estreitou laços de amizade e favoreceu o convívio de alunos, pais, amigos, funcionários e convidados. Os professores de Português foram os grandes “motores” deste evento mas “ele” teve também a grande colaboração da Equipa da BE/CRE (Dona Virgínia Nunes, Dona Ângela, os professores João Lopes, Maria Manuel e restantes colaboradores e Tutores da BE/CRE). Contou ainda, como é hábito, com a colaboração preciosa das professoras de E. Musical., A coordenadora concelhia da RBE/Sintra, a Dra. Isabel Mendinhos, presenteou-nos também com a sua simpática presença, assim como uma representante da Junta de Freguesia de Agualva-Mira-Sintra.
No final da noite, já na BE/CRE, cujo espaço se revelou pequeno para tantos participantes, saboreámos uma pequena “ceia” de iguarias gastronómicas partilhadas por todos e ainda apagámos as velas do sétimo aniversário deste evento.
O trabalho, empenho e dedicação das AAE da BE/CRE, DONA VIRGÍNIA E DONA ÂNGELA, foram exemplares e permitiram o grande sucesso desta atividade.
Foi colocada uma entrevista online, no Blog da BECRE que teve grande participação e nos proporcionou um feedback muito positivo.

A Professora Bibliotecária: Maria Graciete Monteiro 

segunda-feira, março 10, 2014

Semana da Leitura

    De acordo com o Plano Anual de Atividades e das BE/CRE do Agrupamento, vai decorrer mais uma Semana da Leitura, com atividades diversas, à volta dos LIVROS e da LEITURA. Todos os professores titulares, de português e de outras disciplinas se envolverão nesta FESTA da LEITURA.
     Será uma semana intensa que culminará com o 7º SARAU DE LEITURA, a 28 de março.

 A Professora Bibliotecária: Graciete Monteiro



          O Agrupamento de Escolas António Sérgio, de acordo com o seu Plano Anual de Atividades e do PAA das BE/CRE, celebrou a Semana da Leitura, de 24 a 28 de março. Os temas aglutinadores foram a comemoração dos 800 anos da Língua Portuguesa e o ”O MAR” que foram objeto de pesquisa e de trabalhos multidisciplinares, envolvendo os currículos de diferentes áreas disciplinares em todas as escolas do agrupamento, desde o pré-escolar ao terceiro ciclo. Muitas foram as atividades realizadas, tendo com principal lema “Ler por prazer e para aprender”. Todas as turmas partilharam leituras e atividades a elas associadas, organizaram-se exposições, feiras de livro, receção de escritores.. 


7º Sarau de Leitura






Mais uma vez, o momento mais esperado e mais participado da Semana da Leitura foi o 7º Sarau de Leitura, no dia 28 de Março, das 17h30m às 23h00m, na Escola EB 2,3 António Sérgio e durante a tarde, nas restantes escolas de 1º ciclo do agrupamento. Como já vai sendo tradição, há um grande envolvimento e participação de toda a comunidade educativa. Foi enviado o convite aos pais, Encarregados de Educação, familiares e antigos alunos. É com orgulho que motivamos e envolvemos, novos pais, familiares e amigos, todos os anos. Neste ano, particularmente, tivemos uma grande adesão de encarregados de educação/familiares dos alunos de quinto ano. VIVEMOS, mais uma vez, a nossa FESTA DA LEITURA.
Na Escola EB 2,3 António Sérgio, cerca de cento e cinquenta alunos e cem convidados (pais, familiares, amigos, antigos Tutores) partilharam leituras das mais variadas tipologias e das formas mais diversificadas: com alegria, tristeza, sérias, divertidas, informais, informativas, poéticas, narradas, dramatizadas, cantadas….
Os Tutores da BE/CRE escreveram e partilharam leituras e apresentaram o espetáculo.
Foram muitos os profissionais docentes que colaboraram, nas diferentes etapas da seleção e apresentação das leituras, contribuindo para a grande qualidade deste Sarau, que mais uma vez uniu a comunidade educativa, estreitou laços de amizade e favoreceu o convívio de alunos, pais, amigos, funcionários e convidados. Os professores de Português foram os grandes “motores” deste evento mas “ele” teve também a grande colaboração da Equipa da BE/CRE ( Dona Virgínia Nunes, Dona Ângela, os professores João Lopes, Maria Manuel e restantes colaboradores e Tutores da BE/CRE). Contou ainda, como é hábito, com a colaboração preciosa das professoras de E. Musical., A coordenadora concelhia da RBE/Sintra, a Dra. Isabel Mendinhos,  presenteou-nos também com a sua simpática presença, assim como uma representante da Junta de Freguesia de Agualva-Mira-Sintra..

No final da noite, já na BE/CRE, cujo espaço se revelou pequeno para tantos participantes, saboreámos uma pequena “ceia” de iguarias gastronómicas partilhadas por todos e ainda apagámos as velas do sétimo aniversário deste evento.

quarta-feira, janeiro 22, 2014

NOTÍCIAS DA BE/CRE 


Aproxima-se a época do frio, do inverno, da chuva, da neve, mas também do aconchego, da partilha e da vivência de mais um Natal.
No final deste primeiro período, e como já é habitual, fazemos aqui um balanço das principais atividades da nossa BE/CRE.
Começámos com a organização da equipa, dos colaboradores e dos tutores e planificámos as nossas atividades, também com o grande apoio da nossa funcionária, Dona Virgínia Nunes e, mais tarde, com a Dona Ângela Costa que felizmente se juntou a esta nossa equipa.
 A adesão à função de Tutores é enorme e a formação e seleção dos mesmos traduz-se em momentos de entusiasmo e prazer. Temos já uma equipa de vinte e dois tutores.
A última avaliação das BECRE incidiu no domínio C - Projetos e Parcerias com a Comunidade.
Dos pontos fortes, destacaram-se a forte articulação entre as três Professoras Bibliotecárias, o número de atividades realizadas no âmbito do apoio curricular, do PNL e a articulação e desenvolvimento de projetos que envolveram todas as escolas do Agrupamento (Semana da Leitura; Sarau de Leitura/Matiné de Leitura/Chá com Livros; Ler Sintra, 8ª Maratona da Poesia e projetos de multiculturalidade), as estatísticas de utilização das BE/CRE  e o elevado número de utilizações / requisições da coleção, entre outros.

Neste ano letivo, terminámos a aplicação do Plano de Ação e do Modelo de Avaliação das Bibliotecas Escolares (MABE) que teve um período de quatro anos. Vamos começar uma nova etapa de orientações da RBE. Durante os próximos quatro anos, as nossas BECRE aplicarão Planos de Melhoria e Avaliação, respeitantes aos quatro domínios (A,B,C e D), distribuídos ao longo desse período: Em 2013/14 – Plano de Melhoria; em 2014 - Avaliação.


As utilizações da BE/CRE, nas suas diferentes valências, continuam a orgullhar-nos. Neste primeiro período, temos grandes novidades, como os gráficos podem comprovar. Houve cerca de 3929 utilizações, distribuidas pela leitura, pesquisa, utilização de computadores, trabalhos de grupo e realização de trabalhos e estudo individualizados. Para além dessas utilizações, muitas foram as turmas que participaram na receção de autores, dinamização de projetos (nomeadamente o do Newton), animação, formação de utilizadores, substituições e outras atividades. Os anos que mais utilizaram os nossos serviçõs foram, o 5º, 6º e 7º anos, respetivamente.





A BE/CRE da EB 2,3 AS continua a dinamizar o "Projeto a LER+", do PNL, que visa alargar e consolidar hábitos de leitura, não só na escola, como em toda a comunidade exterior envolvente. Tivemos o privilégio de receber mais um reforço de verbas do PNL e, desta forma, os nossos Baús de coleções de obras de leitura e o nosso fundo documental foram amplamente reforçados e renovados. Estão planificadas várias ações que envolverão parceiros da comunidade local, nomeadamente, a Associação de Pais, o Arpiac e a comunidade em geral.

As nossas metas de leitura têm sido orgulhosamente ultrapassadas. Desde o início do ano, já foram requisitados para leitura ao domicílio, 1310 títulos.
O ano com mais requisições é o 5º ano (sendo as turmas J, L, G e D, as que mais requisitaram ), seguindo-se o 6ºano (com destaque para as turmas A, H e B) e 8ºano (com as turmas G, F e H com mais requisições). O ano que menos lê é o 9º ano.
Para a sala de aula, os Baús do PNL e da Educação Literária saíram 250 vezes. No 2º Ciclo, os títulos mais lidos, foram: A fada Oriana, A noite de Natal, Pedro Alecrim, Chocolate à chuva, Salada de Flores/Hortas Aromáticas/Sementes à solta e Alex.com
Quanto ao 3ºciclo, as obras mais lidas foram: O cavaleiro da Dinamarca, Histórias da terra e do mar, Ninguém perguntou por mim e O principezinho.
Os professores de Língua Portuguesa continuam a aderir com interesse e de uma forma ativa aos projetos de Leitura e de Escrita apresentados pelo PAA da BE/CRE. Ao longo do ano, daremos mais notícias sobre todos os outros projetos calendarizados e as turmas envolvidas.